Arquivo

Archive for the ‘Normas e Manuais’ Category

Manual da Qualidade

O principal documento do sistema de Gestão da Qualidade é o Manual da Qualidade ou MQ.

Clique MQ – Rev 04 20-09-2009 para visualizar o MQ da L. Amorim.

Planejamento Estratégico: L.Amorim

De acordo com este post (Missão e Visão), a L.Amorim tem uma missão no minimo audaciosa. Sugerimos a adoção de uma consultoria para implantação de Planejamento Estratégico baseada na metodologia BSC.

Dessa forma podemos montar um mapa estratégico com seus indicadores correlacionados e estabelecermos um “Cockpit” para que  a alta direção passe analisar os resultados alcançados e traçar novas diretrizes. Nesta nova camada estratégica o software funcionaria como um ferramenta capaz de analisar os resultados obtidos e prever resultados futuros, ao contrário das técnicas atuais que olham para trás para ir mais a frente.

Como ferramenta de gestão sugerimos o software STRATEC por trabalhar 100% na plataforma web e ter uma relação custo benefício muito competitiva comparado aos outros nomes do mercado.

Balanced Scorecard (BSC)

Balanced Scorecard é uma metodologia  de medição e gestão de desempenho desenvolvida pelos professores da Harvard Business School, Robert Kaplan e David Norton, em 1992. Os métodos usados na gestão do negócio, dos serviços e da infra-estrutura, baseiam-se normalmente em metodologias consagradas que podem utilizar a TI (tecnologia da informação) e os softwares de ERP  como soluções de apoio, relacionando-a à gerência de serviços e garantia de resultados do negócio. Os passos dessas metodologias incluem: definição da estratégia empresarial, gerência do negócio, gerência de serviços e gestão da qualidade; passos estes implementados através de indicadores de desempenho.

O BSC (Balanced Scorecard) foi apresentado inicialmente como um modelo de avaliação e performance empresarial, porém, a aplicação em empresas proporcionou seu desenvolvimento para uma metodologia de gestão estratégica.

Os requisitos para definição desses indicadores tratam dos processos de um modelo da administração de serviços e busca da maximização dos resultados baseados em quatro perspectivas que refletem a visão e estratégia empresarial:

  • Financeira
  • Clientes
  • Processos internos
  • Aprendizado e crescimento

Perspectivas do BSC

É um projeto lógico de um sistema de gestão genérico para organizações, onde o administrador de empresas deve definir e implementar (através de um Sistema de informação de gestão, por exemplo) variáveis de controle, metas e interpretações para que a organização apresente desempenho positivo e crescimento ao longo do tempo.

BSC (Balanced Scorecard) é uma sigla que pode ser traduzida para Indicadores Balanceados de Desempenho, ou ainda para Campos (1998), Cenário Balanceado. O termo “Indicadores Balanceados” se dá ao fato da escolha dos indicadores de uma organização não se restringirem unicamente no foco econômico-financeiro, as organizações também se utilizam de indicadores focados em ativos intangíveis como: desempenho de mercado junto a clientes, desempenhos dos processos internos e pessoas, inovação e tecnologia. Isto porque a somatória destes fatores alavancará o desempenho desejado pelas organizações, conseqüentemente criando valor futuro.

Segundo Kaplan e Norton (1997, p.25), o Balanced Scorecard reflete o equilíbrio entre objetivos de curto e longo prazo, entre medidas financeiras e não-financeiras, entre indicadores de tendências e ocorrências e, ainda, entre as perspectivas interna e externa de desempenho. Este conjunto abrangente de medidas serve de base para o sistema de medição e gestão estratégica por meio do qual o desempenho organizacional é mensurado de maneira equilibrada sob as quatro perspectivas. Dessa forma contribui para que as empresas acompanhem o desempenho financeiro, monitorando, ao mesmo tempo, o progresso na construção de capacidades e na aquisição dos ativos intangíveis necessários para o crescimento futuro.

Portanto, a partir de uma visão balanceada e integrada de uma organização, o BSC permite descrever a estratégia de forma muito clara, por intermédio de quatro perspectivas: financeira; clientes; processos internos; aprendizado e crescimento. Sendo que todos se interligam entre si, formando uma relação de causa e efeito.

Desde que foi criado, o BSC vem sendo utilizado por centenas de organizações do setor privado, público e em ONG’s no mundo inteiro e foi escolhido pela renomada revista Harvard Business Review como uma das práticas de gestão mais importantes e revolucionárias dos últimos 75 anos.

Fonte: Wikipedia

Categorias:BSC, Normas e Manuais

Gerenciamento por Processos: Compras

Uma das vantagens de se trabalhar sob a ótica da ISO 9001:2008 é poder mapear a empresa por processos. Essa visão permite o entendimento de forma rapida e direta do processo através de um diagrama simples. Nesta visão estabelecemos as Entradas e Saídas e os elementos que deve ser levados em consideração para obtenção do resultado.

No caso da L.Amorim tentamos desenhar o processo de compras e determinar os indicadores de desempenho de acordo com a figura abaixo.

Diagrama do Processo de Compras

Vídeo: Normas e Manuais

Normas e manualização são recursos utilizados pelas empresas para deixar claro seus processos, atividades, regras e políticas. A constituição de manuais sejam de procedimentos ou de políticas da empresa constitui em uma ação complexa do ponto de vista de quebra de paradigma com relação às formas com que são passadas as atividades e responsabilidades.

Em um manual devem ser descrita desde responsabilidades, descrição detalhada de atividades, procedimentos específicos ou generalizados até formas com as quais os funcionários devem se comportar ou agir dentro da empresa, assim como seus direitos frente à organização.

Video sobre manualização.

Categorias:Dicas, Normas e Manuais